22 de junho de 2012

O simples é o correto


Quando estou "no banco" ouvindo alguém ministrar a palavra de Deus ou louvores, espero ser edificada, conduzida em adoração e reverência, com gentileza, carinho, amor.

É preciso lembrar que as pessoas estão sentadas, mas observam seus movimentos, seu comportamento e a maneira como você trata as pessoas ao seu redor...

Nos bastidores, no dia a dia, fora da plataforma, como alguns gostam de dizer, é que se prova se somos ou não verdadeiros adoradores, porque se dizemos que amamos, mas não tratamos o próximo bem, então... para refletir..

Ser intrépido na ministração é encorajar as pessoas a se entregarem em adoração, e fazê-las olhar para quem realmente precisa ser visto (Jesus), mas é preciso ter cautela sobretudo no tom de voz, pois pode incomodar mais do que edificar.
Pequenas  doses de encorajamento, falar o mínimo possível entre uma canção e outra (estou aprendendo isso tb) e entregar aquilo que você espera (bíblia) é um bom começo para que as pessoas te respeitem em seu ministério/chamado."
O simples é sempre o correto, mas não confunda "simplicidade" com "mediocridade". Estude a bíblia, pois é isso que ferá diferença na vida das pessoas.
É pouca a minha experiência, mas fica aí a #dicadalu

3 comentários:

  1. Isso ai Lulú,
    Temos que nos esconder atrás do Senhor, pois o culto é a Ele e não a nós. Dessa forma o nome do Senhor será engrandecido através de nós, pois somos instrumentos criados por Ele.
    Toda glória e toda honra seja dada ao nome do Senhor!!!
    Márcio Romanha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por seu comentário Marcinho. É isso mesmo, convém que Ele cresça e apareça. Paz!

      Excluir
  2. Que ELE cresça e eu diminua!!!

    ResponderExcluir