20 de outubro de 2016

I Had a Dream..

Há 16 anos eu tive um sonho.. 

Eu era convertida há poucos anos, ainda aprendendo sobre a fé cristã, ainda cambaleando e cheia de dúvidas à respeito de quem eu era, e quanto à minha salvação. Numa madrugada eu sonhei que estava dentro de um ônibus com algumas poucas pessoas dentro. Era de noite e estávamos numa via principal do meu bairro. Essa via era de duas mãos, mas naquela noite, só uma das vias estava funcionando. O farol do ônibus estava iluminando a pista e vinha contra o ônibus uma grande multidão, numa espécie de procissão, mas não haviam velas acesas, e aquela gente toda estava caminhando aglomerada em volta de um homem vestido de branco com uma grande luz. 

Aquela luz iluminava toda a rua... quando o ônibus parou, porque não dava para avançar sobre aquela gente toda, Aquele homem parou, olhou para dentro do ônibus, e eu podia sentir o olhar dele invadindo minha alma e toda aquela gente gradualmente ia levantando os braços e apontando em direção ao ônibus. Eu estava em pé, perto do para-brisa e comecei a me desesperar porque percebi que Aquele homem era Jesus e aquelas pessoas estavam, na verdade, me culpando pelo que foi feito a Ele na cruz do calvário. Eu acordei desesperada, chorando e dizendo “não é minha culpa, não foi culpa minha” e chorava muito e tremia de pavor daquela cena... Meu marido acordou assustado, e só depois que ele orou eu consegui dormir novamente. Passei aquele dia inteiro impactada e por imaturidade espiritual, fiquei sem entender nada do que aquilo queria dizer. Achei que eram vozes de acusação mesmo, e que Jesus estava me condenando, e eu fui muito atormentada por outras vozes que me traziam grande angústia.

À tarde, liguei para uma irmã na fé, mais madura que eu e compartilhei o sonho. E ela me perguntou: “o que você tem pensado ultimamente à respeito de sua fé?” e eu disse sem demora: “por conta do meu passado, não tenho certeza de minha salvação, mas confio e sigo crendo até que minhas dúvidas parem de me atormentar”.
Ela me disse: “nesse sonho, as mãos que apontavam para você estavam dizendo que a culpa pela morte de Cristo era sua, certo?” _ eu disse: “certo!”. Então, ela me disse: “por quem você acha que Jesus morreu?” _Eu disse: “por mim”. Ela explicou: “exatamente! Você e eu fomos as culpadas de tão grande humilhação. Com certeza eu e você fomos responsáveis por todo aquele sofrimento, você compreende? Ele nos amou de tal maneira que deu tudo o que tinha de mais valor por você. Pra que substituísse você naquela cruz, e fez tudo isso, não por causa do que você fez ou deixou de fazer, mas pela graça, que é um favor imerecido, um presente dado a alguém que é culpado sim, tudo por amor”.

Olha, foi o dia mais feliz da minha vida. Naquela tarde eu entendi, que de fato, eu era culpada. Que realmente Ele me amou profundamente, a ponto de se colocar em meu lugar. Enquanto eu escrevia esse testemunho, me lembrei de uma canção muito antiga, que sempre escuto: “Se isso não for amor."  If That Isn't Love” (1973) é uma canção de Dottie Rambo imortalizada por Elvis Presley nos Estados Unidos e no Brasil, por Luiz de Carvalho.

“Se isso não for amor, o oceano secou, não há estrelas no céu. As andorinhas não voam mais. Se isso não for amor o céu não é real. Tudo perde o valor, se isso não for amor...”

"Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.” Romanos 8:1,2.

"Porque Deus enviou seu filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” João 3:17,18

Lembre-se que Jesus te ama!  Ele morreu, mas ressuscitou, está vivo, e quer te dar a Vida Eterna.

Se você ainda não entregou sua vida a Jesus, não demore.  Ele te ama de verdade! Se você já entregou sua vida a Jesus, não desista. Viva por Ele cada dia de sua vida.

"Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida. E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação."
Romanos 5:8-11

No amor de Cristo, Luciana Reis

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário